DO LADO DE FORA

Paulo Zifum

vazio

João tentou ser amado
Mas sentia-se sempre
Do lado de fora
Maria queria ser admirada
Mas sentia-se sempre
Do lado de fora
O marido queria carinho
Mas sentia-se sempre
Sozinho e com frio
A esposa queria segurança
Mas sentia-se sempre
De pé sobre um fio
E o sonho de todos
É sentir-se dentro
Ser aceito e amado
Atraente e admirado
Reconhecido e seguro
Envolto de bens
Coberto de talentos
Vestido de um azul celestial
Captando a adoração
De pé sobre um fio
Sozinho e com frio
Do lado de fora
A carência implora
O que não se precisa
É tão tolo viver
Sempre do lado de fora
Não importa o que se faça
A sensação é sinistra
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s