AMIZADE & PREJUÍZO

O-amor-incondicional-de-Jesus

Paulo Zifum

              “estavas comigo, mas eu não estava contigo”      Santo Agostinho
             
               A amizade humana é caracterizada pela disparidade. Ela, normalmente nasce num único lado, que sempre ama mais, dedica-se mais, numa constante ou de modo revesado. Algumas amizades chegam muito próximo do amor incondicional, como o amor de mãe. Neste tipo  notamos a dinâmica do amor divino:  “Deus nos amou a ponto de nos dar seu Filho para morrer por nós, sendo que éramos pecadores” (Rm.5.8), e ainda insiste ao definir que “Ele nos amou primeiro” (1Jo.4.19).
              A amizade que depende de resultados, compensações, justificativas, explicações, não é uma amizade genuína, mas uma vantagem a ser negociada, e que dura enquanto as partes se comportarem. Mas, a amizade que reflete o divino é estranha, afeita às perdas e sacrifícios que, normalmente, são feitos por um lado –  o que ama mais. Sempre tem um lado mais atento, mais dedicado, mais compreensivo, mais comprometido, mais corajoso, mais divino.  
              Quem percebe que sua relação de amizade é um pouco “injusta” e sente que sua dedicação não é correspondida, deve sentar e fazer as contas. Um amor não correspondido pode ser uma tragédia e dedicar-se a alguém que não merece, pode ser perigoso para alma. Pule fora, se você acha que está “saindo no prejuízo”.
              Mas, aqueles que já perceberam o perfil do amor divino, concordam que a “injustiça” é um ingrediente da amizade. Mesmo que o outro não responda à altura, o amor é correspondido, só pelo fato do objeto amado existir. Se o amigo falha, não há outra coisa a fazer senão perdoar e continuar fiel. Essa amizade não está baseada no mérito, mas na graça que contempla a existência do outro. O prejuízo é calculado pelo amor e previsto como investimento. Por isso, a amizade pretendida em 1 Coríntios 13 inclui o sofrer por amor, onde o combinado não é caro. E para amar um amigo “em todo o tempo” (Pv.17.17) é preciso abrir mão de vantagens e benefícios.
           
            “Quem é suficiente para essas coisas?” Apóstolo Paulo (2Co.2.16) 
                
Anúncios

HOMEM ÁRVORE

A 12

Paulo Zifum

Se forem árvores os homens
Quão diversos então serão
Desde um carvalho permanente
Até arbusto de verão
 
Se forem árvores os homens
Quão generosos então serão
Toda seiva tomam e devolvem
Em flor e fruto de cada estação
 
Se forem árvores os homens
Quão destinados então serão
O propósito da humanidade
É ser sombra, beleza e pão
 
Se forem árvores os homens
Quão pacientes então serão
Cada semente vai a seu tempo
Manifestar sua vocação
 
Se forem árvores os homens
Quão crianças então serão
Precisarão de todo o cuidado
Tutores retos para instrução
 
Se forem árvores os homens
Quão pacíficos então serão
No Éden árvore não corta árvore
Nem ameaça o seu irmão
 
 
Se forem árvores os homens
Quão poetas então serão
Raízes em amor e bondade
A copa ao vento da inspiração
 
Se forem árvores os homens
Planta e aguarda
E saberás se o que fez é bom

VAGABUNDADO

pausa1

Paulo Zifum

Quando alguém é esticado
De trabalho e tensões
Fica muito concentrado
De várias preocupações
O conselho que é dado
Dentre as muitas soluções
É ficar vagabundado
A melhor das opções
 
O lazer é um fazer
Seja algo ou seja nada
Para ser vagabundado
E ficar bem relaxado
Deves concentrar-se em nada
 
Mesmo que seja difícil
Deve sim vagabundar
Uma vez pela semana
Jogue tudo para o ar
Dê um descanso à sua mente
Faça cara de demente
Fique quieto e sorridente
 
Para gente que se esforça
Para o mundo melhorar
Que só luta e paga contas
E só sabe trabalhar
Eis aqui simples conselho
Para não amalucar
Tire um tempo, vá ou fique
Faça bem vagabundar
 
 

ESPELHO AMIGO

images

Paulo Zifum

Meu amigo é um espelho
Nunca vi tão sincero
Confiável também
Quando falo com ele
É como se fosse comigo
Nunca evito esse amigo
Ele não me julga
Embora me entristeça
Mostrando quem eu sou
Eu sei que ele não mente
Ele me ouve somente
O espelho nunca ofende
Apenas mostra verdades
É um bom amigo
Um exemplo 
Não o melhor
Mas, muito camarada
Todos podem ter um
E nele se espelhar
Para ser também assim
Calmo e transparente
E ajudar os outros a verem
Como são realmente
 
 

UM POUCO DE CRUZ 1

Seja-Humilde

Paulo Zifum

frases de Jeremy Taylor, pastor inglês do século XV
 
“não se orgulhe quando você puder, por causa dos dons concedidos a você. Ser melhor que alguém é para benefício dos outros.”
“a humildade consiste em uma opinião realista de si mesmo, a saber, que você é uma pessoa indigna. Se você se acha indigno, ficará contente quando outras pessoas pensarem o mesmo de você. Se você perceber que não é sábio, não se incomode se alguém tiver a mesma opinião a seu respeito. é hipocrisia ser modesto e, ao mesmo tempo, desejar que as pessoas admirem você”
“Fique contente quando não for elogiado. Não se incomode quando alguém menosprezar ou subestimar você. Lembre-se: ninguém pode diminuir você se você mesmo se considera indigno”
“Procure ser conhecido, não pela esperteza ou astúcia, nem por sua inteligência, mas pela virtude e humildade”
“Não pergunte a ninguém sobre suas deficiências com a intenção de ouvir falar de suas qualidades. alguns menosprezam a si mesmos para ouvirem elogios. Quem pesca elogios revela o quanto é vazio.”
“Não alimente um único sussurro de orgulho do Diabo. A voz que nos diz que podemos fazer tudo, que temos direito a tudo e estamos certos em tudo vem disfarçada de falsa justiça é a voz do Diabo”
 

CONHEÇA AMANDA

size_380_pesquisa-inovacao-coragem-ok-jpg

Paulo Zifum

                         Conheci uma pessoa que já conhecia. Mas, veja como é a vida. As pessoas são um mistério e tornam a vida cheia de surpresas. Conheci Amanda várias vezes e sempre fui surpreendido. Amanda é dessas pessoas que não se esforçam para serem originais, como a maioria de nós. Ela tem esse defeito: ser Amanda. O que pode ser uma virtude. Depende de como Amanda te atinge. Fui atingido e, confesso que fiquei perturbado. 
                        Sabia que ela fazia um tratamento de saúde cujos medicamentos causavam inchaço no rosto, só não esperava vê-la entrando com seu esposo como madrinha de casamento. Foi um choque. Segurei as lágrimas. Ela estava deformada. Sua beleza branca e loira havia sumido. E, lá estava Amanda, se auto-afirmando. E eu, estava lá, me desculpando comigo mesmo, como se estivesse com vergonha de mim. 
                        Amanda se apresentou a nós, dizendo: “Não perderia esse casamento por nada”. 
                       Eu a cumprimentei e ela brincou com seu visual “balão”, mas eu sentia que estava triste; não porque estava exposta, mas porque estava doente. Ela, de fato, não precisava comparecer. Mas, foi e não cedeu a nenhum abraço grupal de mulheres com dó da estética. Amanda tem uma noção de ridículo que extrapola a referência das mulheres de sua idade.
                       Bem, as almas atentas vão perceber que pessoas são como livros. A cada capítulo a história descortina sua trama. Algumas pessoas não são bons livros, mas, Amanda já é um best-seller. Acabei de ler um capítulo intitulado Amanda, A Doida. Qual mulher iria numa festa assim?
                      Você pode conhecer melhor as pessoas se notar os detalhes do dia a dia. Algumas devem ser evitadas, mas muitas, podemos ter a honra de conhecer  se cuidadosamente lermos cada capítulo.
                      Conheci Amanda, um pouco mais