AMIZADE & PREJUÍZO

O-amor-incondicional-de-Jesus

Paulo Zifum

              “estavas comigo, mas eu não estava contigo”      Santo Agostinho
             
               A amizade humana é caracterizada pela disparidade. Ela, normalmente nasce num único lado, que sempre ama mais, dedica-se mais, numa constante ou de modo revesado. Algumas amizades chegam muito próximo do amor incondicional, como o amor de mãe. Neste tipo  notamos a dinâmica do amor divino:  “Deus nos amou a ponto de nos dar seu Filho para morrer por nós, sendo que éramos pecadores” (Rm.5.8), e ainda insiste ao definir que “Ele nos amou primeiro” (1Jo.4.19).
              A amizade que depende de resultados, compensações, justificativas, explicações, não é uma amizade genuína, mas uma vantagem a ser negociada, e que dura enquanto as partes se comportarem. Mas, a amizade que reflete o divino é estranha, afeita às perdas e sacrifícios que, normalmente, são feitos por um lado –  o que ama mais. Sempre tem um lado mais atento, mais dedicado, mais compreensivo, mais comprometido, mais corajoso, mais divino.  
              Quem percebe que sua relação de amizade é um pouco “injusta” e sente que sua dedicação não é correspondida, deve sentar e fazer as contas. Um amor não correspondido pode ser uma tragédia e dedicar-se a alguém que não merece, pode ser perigoso para alma. Pule fora, se você acha que está “saindo no prejuízo”.
              Mas, aqueles que já perceberam o perfil do amor divino, concordam que a “injustiça” é um ingrediente da amizade. Mesmo que o outro não responda à altura, o amor é correspondido, só pelo fato do objeto amado existir. Se o amigo falha, não há outra coisa a fazer senão perdoar e continuar fiel. Essa amizade não está baseada no mérito, mas na graça que contempla a existência do outro. O prejuízo é calculado pelo amor e previsto como investimento. Por isso, a amizade pretendida em 1 Coríntios 13 inclui o sofrer por amor, onde o combinado não é caro. E para amar um amigo “em todo o tempo” (Pv.17.17) é preciso abrir mão de vantagens e benefícios.
           
            “Quem é suficiente para essas coisas?” Apóstolo Paulo (2Co.2.16) 
                
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s