VIDA DE RIO

Paulo Zifum
 
As curvas me atrasam
As curvas me empossam
E reclamo com Deus
Por esses contornos meus
E pelos defeitos seus
 
As curvas do amor
As curvas de dor
E reclamo com Deus
Que tire os contornos meus
E me livre de parar nos seus
 
As curvas envergonham
As curvas revelam
E nelas me mostra Deus
Sujeira de pecados meus
E o valor dos conselhos seus
 
As curvas me limpam
As curvas me salvam
E agradeço a Deus
Que trata os defeitos meus
Usando os contornos seus
 
Sigo melhor
Grato em cada curva
Deus é bom pra mim
Anúncios

MÁGOA DE DEUS

Paulo Zifum
 
Sente uma angústia?
Um pouco de raiva?
Procura um culpado?
Deus está disponível
 
Sente teu fracasso?
Um pouco de desespero?
Procura a quem culpar?
Deus está disponível
 
Sente que tudo acabou?
Um pouco de morte?
Procura vingança?
Deus está disponível
 
Grite bem alto um “por que?”
Diga que você não merecia
Diga que Ele não poderia fazer isso
Deus está disponível
 
Brigue com Ele
Diga sua decepção
Diga que não quer mais crer
Deus está disponível
 
E depois de dizer tudo
Com clareza e coragem
Verá que Ele não se ressente
E te deixará ter razão
 
Não minta para Deus
Não esconda sua dor
Não faça de conta
Não poupe sua dúvida
 
E depois chorar tudo
Ele ouvirá suas lágrimas
E estará lá
Disponível

CONFISSÃO

Paulo Zifum
 
Confesso a Deus
Pecados tão feios
Sem olhar em seus olhos
Ele apenas escuta
Em silencio total
O meu mal
Disse que cobicei
Que menti
E também odiei
Ele apenas me ouve
Em silencio profundo
O meu eu moribundo
Disse que murmurei
Que ofendi
E também me vinguei
Ele apenas me atende
Em silêncio reverente
O meu mal residente
Fiz então meu silêncio
E Ele calado ficou
Não me disse palavra
Só me disciplinou
E pelos braços do Filho
Ele me abraçou
Pelo sangue do Filho
Me lavou, me salvou
Confessei meu pecado
Ele me perdoou
 
 
 
 

ARRANCAR TOCO

Paulo Zifum
 
             A expressão “arrancar toco” só pode ser compreendida por quem já roçou um terreno. O trabalho manual de preparar um terreno para plantar ou construir pode ser muito penoso quando é preciso remover grandes árvores. Derrubar ou queimar é fácil. O difícil é arrancar o toco. Leva horas, até dias dependendo da quantidade.
             Algumas pessoas herdam benefícios sem passar pela fase de “arrancar toco”. Alguns passam a vida arrancando, mas outros é que desfrutarão do lugar limpo e pronto. Existem pessoas que só se sentem realizadas se estiverem no “arranca toco”. Quando acabam um desafio, seguem para o próximo. É uma espécie de vocação.
             Mas, há aquele que desiste fácil de terrenos que ganha por causa dos “tocos”. Não querer estudar, não querer acordar cedo, não querer reduzir padrão de vida, não querer adiar conforto, não querer esperar, não querer tratar problemas pessoais, é uma fuga dos “tocos”.
             Nessa vida plantamos  muitas coisas. Por vezes, de modo descuidado, outras por rebeldia, plantamos no lugar errado. Aí, a vida passa, as árvores plantadas crescem e enraízam no caminho de nosso progresso. Depois de lamentar, percebemos que parte do que foi plantado precisa ser removido. É nessa hora que filhos choram e as mães não podem ver. É duro arrancar os tocos de nossa insensatez e teimosia. Mas, é muito honrado um homem assumindo sua própria semeadura ruim e a removendo com confissão e paciência.
            Fugir também é uma opção. Mas, o que um homem plantar ele colherá. Seja em seu próprio terreno ou para o lugar para onde fugir. Deus é justo e cada um colherá conforme sua obras.
           Não que a dificuldade da vida possa ser sempre vista como um castigo de alguma semeadura maldita do indivíduo, mas, aceitamos que toda a raça está ligada em Adão. Nós temos que “arrancar toco” de administrações anteriores e as posteriores podem folgar ou sofrer com o que deixamos.
           A verdade é que alguns viverão como o rei Salomão que recebeu o reino de seu pai, o rei Davi. Enquanto Davi arrancou os tocos, Salomão desfrutou de paz. Mas, os filhos de Salomão, infelizmente, tiveram que enfrentar a semeadura infiel de seu pai, que, diga-se de passagem, até hoje tem “toco” para arrancar.
          Como está sua vida? Já está com machado na mão ou nem tem um terreno à vista? Recebeu tudo já pronto? Está chorando pelas burradas que fez? Ou está ajudando outros a “arrancarem” suas adversidades?
          Seja firme ou seja grato. Evite quando puder, mas assuma o que for seu.
          Deus nos ajude!        
            

TRISSOMIA 21

DOWN
Paulo Zifum
  
               A Sindrome de Down leva o nome do médico inglês John Langdon Down, que a descreveu em 1866. Em 1959, Jerôme Lejeune descobriu que a causa da síndrome era genética. A síndrome de Down é um distúrbio genético que ocorre ao acaso durante a divisão celular do embrião. Esse distúrbio ocorre, em média, em 1 a cada 800 nascimentos e tem maiores chances de ocorrer em mães que engravidam quando mais velhas. É uma síndrome que atinge todas as etnias. Em uma célula normal da espécie humana existem 46 cromossomos divididos em 23 pares. A pessoa que tem síndrome de Down possui 47 cromossomos, sendo que o cromossomo extra é ligado ao par 21.  As pessoas com essa síndrome são ingênuas e, consequentemente mais dependentes. Eles sempre precisarão de cuidado, embora alcancem certa autonomia. 
              Mas o que chama atenção é que, com um cromossomo a mais os portadores dessa síndrome tem o comportamento caracterizado pela docilidade, alegria e um espírito cooperativo. Parecem protegidos do grau de malícia e maldade que impera sobre os que tem um cromossomo a menos. Não que o portador da síndrome seja imune ao ambiente social ruim, mas é certo que, se crescer num meio onde há respeito, reproduzirá o que aprendeu. 
              Existem muitas pessoas parecidas com portadores da síndrome de Down. Esses e mais aquelas tornam o mundo melhor. Sorriem no ambiente de trabalho, servem sem segundas intenções, cooperam com as convenções, olham sem arrogância para o próximo e são capazes de abraçar sem cobrar altos índices de acerto. Nesse caso, ser “down” não é ficar “pra baixo”, mas ter um espírito “pra cima”. 
              Comparado a um portador dessa síndrome, como você descreveria seu comportamento?
               
              
          
              

 

FILHOS CRISTÃOS

Sem título
Paulo Zifum
 
              O  cristão tem filhos que podem tornarem-se cristãos também. Essa possibilidade é grande, mas não é uma regra. O cuidado que pais cristãos devem tomar está baseado nas narrativas bíblicas. Elas avisam que homens piedosos tiveram filhos muito profanos. O exemplo de Samuel e Davi são contundentes.  Há um grande perigo dos pais que vivem na aliança com Deus darem por certo que seus filhos irão assimilar a mesma fé e reverência. De modo estranho, um fenômeno de esfriamento tem atingido a geração de filhos de cristãos. Muitos pais percebem que seus filhos são menos dedicados, menos zelosos, menos consagrados e, mesmo notando, não conseguem fazer nada, como Samuel não fez e nem Davi.
              A conversão é um evento que só Deus pode operar. Um chamado extraordinário como o de Samuel e Davi não se repetiu sobre seus filhos e nenhum deles se aproximou de Deus como seus pais o fizeram. Diante disso: qual seria a atitude que pais cristãos devem tomar para com seus filhos que ainda não despertaram espiritualmente?
             Há quatro atitudes:
             1-Humilhar-se diante de Deus com súplicas
             2-Andar com Deus com integridade
             3-Pregar o Evangelho para os filhos
             4-Manter os filhos sob disciplina enquanto viverem sob seu teto
 
            Fazendo assim, há esperança de ver os filhos evidenciarem sua própria vocação cristã. Se vier a falhar em alguma dessas áreas, Deus pode, por sua imensa graça, visitar os filhos.  Ele colhe onde não plantou, mas não é sensato nem aconselhável tentar o Senhor. O temor deve nos fazer rogar aos filhos que busquem o Senhor enquanto podem achar.

BELOLUIZHORIZONTE

download
 Paulo Zifum

 

Vejo o horizonte tão belo
Onde mora meu irmão bonito
Quando vou o vejo
Horizonte de Deus
E como dizer que não é belo?
 
Vejo a Igreja de Belo
Onde cuida meu irmão pastor
Quando vou a vejo
Horizonte de Deus
E como estar lá sem vê-lo?
 
Vejo o meu horizonte
Onde sobe meu irmão voador
Quando o vejo voar
No horizonte de Deus
Como não querer voar também?
 
Voe minha alma!
Voe belo, voe alto!
Até ver esse horizonte
Do Reino de Deus
Que viu meu irmão