DOENTE

Sem título

Paulo Zifum

Quem já ficou doente
Sabe como é ficar
Lá no Limbo
No quarto
Ou de sala em sala
De agulha em agulha
E doutores dissimilares
À procura da cura
 
Quem já ficou doente
Sabe como ficar
Lá na Dor
No quarto
Ou de exame em exame
De remédio à remédio
E doutores crédulos
À procura da cura
 
Quem já ficou donte
Sabe como ficar
Lá no pranto
No quarto
Ou de braço em braço
De esperança em esperança
E doutores perdidos
À procura da cura
 
Enquanto a cura não vem
O doente fica
De todos os modos
Nas mãos de alguém
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s