VIDA DE RIO 2

Paulo Zifum 

Minha vida fez uma curva
Queria que fosse reta
E seguisse sem demora
Mas a curva se fez
E tudo quase parou
E a sujeira do meu coração
Encostou às margens do meu rio
E reclamei com Deus
 
Minha vida fez mais curvas
Por que tanta volta?
Pra que tantos problemas?
E mais curva se fez
E tudo quase parou
E o lixo do meu coração
Ficou nas curvas do meu rio
E fiquei grato a Deus
 
Minha vida é cheia de curvas
Não reclamo da demora
Cada perda e luta e dor
Limpam as águas do coração
Pois faço a Cristo minha confissão
E sigo pio no leito em paz
Ao encontro do Mar de Deus
Anúncios

Um comentário sobre “VIDA DE RIO 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s