CRIANÇA E O CORAÇÃO

Paulo Zifum

Guilherme, 7 anos, tem um irmão deficiente que vive por aparelhos. Ele disse que o irmão nunca poderá casar, mas ele vai leva-lo para sua casa e vai cuidar do irmão para sempre. Bryan disse animado que tem muitos primos. Indagado sobre quantos primos tinha, ele disse que era bastante e não dava pra dizer. Fez um gesto de “puxa vida!” e disse que só sabia contar os dedos de uma mão. Jéssica, 5 anos, disse que tem um namorado na escola. Quiseram saber quem era e ela fez suspense: “ele usa franjinha, tem um tênis azul, e seu nome começa com ‘P’. A mãe disse: É o Plínio! Ela assentiu e disse: “Eu amo ele”. Lucas, 6 anos, disse que tem medo de morrer e que não quer virar anjo. Ele queria saber se dá pra voltar e continuar gente. Fabinho, 6 anos, disse que queria ver Jesus. Seu pai disse que só depois que morremos podemos ver o Salvador.  “Então eu quero morrer”, disse Fabinho com alegria. Penso o quanto desperdiçamos da vida quando desprezamos conversar com crianças. Elas são como os adultos, podem ser anjos ou umas pestes. Eu quero, pela fé e gentileza,  acolher mais os anjos.

Anúncios

2 comentários sobre “CRIANÇA E O CORAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s