RIR ATÉ DESCOBRIR

 
Paulo Zifum
 
Rir de tudo é profano, insano
Rir só por motivos certos é certo
Mas é pouco, é quase não rir
Devemos rir sem querer 
Rir pra valer
E chorar de rir
Até descobrir
Que o riso é uma fotografia
Posta no álbum da vida
Que entre uma foto e outra
Tudo é sério e tenso
Então
Não deixe de rir
No intervalo das perdas
No recreio da dor
Porque são essas as memórias
Que queremos ver
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s