ERRO DE NAAMÃ parte 3

Paulo Zifum

Você leu o texto de 2Reis? Leu os posts anteriores? Então pode entender a conclusão que segue. Naamã se enganou ao achar que seu problema era só físico, externo. Jesus foi tratado sem honra diversas vezes, em algumas situações foi expulso do lugar onde estava e ofendido. Antes de qualquer crise de susceptibilidade, devíamos, no mínimo, verificar se já não temos sido alcançados com muitas bondades. Um espírito atento pode nos poupar de fazer cenas infantis em rompantes de mimo. Deus nos dará graciosamente em Jesus todas as coisas, mas, do modo dele, dependo do contexto. Ele colocará a mão sobre nós e nosso cálice transbordará  diante de todos ou, nos pedirá para nos despirmos do orgulho, deixando que as pessoas vejam nosso estado enfermo antes que opere a cura também diante de todos. A maneira como vamos até as pessoas ou como as esperamos revela o quanto entendemos da obra de Jesus Cristo. O Evangelho pode ser explicado em Naamã. Ali, vemos a humanidade leprosa, tentando se achegar a Deus por meio da mediação religiosa, com oferendas, escondendo o quanto se acha merecedora de ser servida. Ali, podemos notar que, o apelo que o pecador recebe de descer ao Jordão, confessando pecados, é uma “pequena morte”. O erro de Naamã foi não entender que é preciso morrer para renascer (a mensagem da Cruz). Ainda bem que, em tempo, Naamã resolveu se humilhar. Foi curado e teve uma experiência de conversão marcante. Eu quero ser sensível para essas coisas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s