FILHO HOMEM

Levi

Paulo Zifum

Ele chegou menino. Recebeu nome hebraico. Nome de tribo sacerdotal. Recebeu profecia quando nasceu, de que seria firme e não teria medo. Mas quase morreu ao nascer. Foi criado sob os olhos de sua mãe e trovões de seu pai. Recebeu dons de Deus. Semelhante a Tribo de לֵּוִי, ele é músico. Com 6 anos, numa noite de inverno, olhou para as estrelas e desejou conhecer a Cristo. Com 14 anos sofreu impacto do mundo quando o Hacker invadiu seu sistema. Tornou-se alvo, mas correu para Cristo, que o escondeu. Sob a bondade e firmeza de sua mãe e fendas emocionais de seu pai, sobreviveu às pressões da juventude sem identidade. Achou a sua em meio à dúvidas. Quase escorregou, mas o Senhor o sustentou. Foi despedido aos 17 para fora do ninho. Hoje, com 18, está no mundo, em alto mar. Amarrado ao mastro, para cumprir sua vocação de homem, que ainda não sabe ao certo onde o levará. Sob os olhos marejados de sua mãe e quietos de seu pai, sob as orações piedosas de muitos, o menino se despede das coisas pueris, embora, como todo homem, guarde os sonhos de menino. De vento em popa, velas abertas, bússola bíblica, vai o marujo לֵּוִי. Vai a seu destino, que, segundo Deus, não pode ser frustrado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s