EU ACHO QUE ME CONVERTI

Paulo Zifum

Quebrantamento : Depois que ouvi o Evangelho e aceitei seus termos sobre meu estado como pecador, passei a viver uma vida quebrantada. Passei a pedir perdão, não como algo raro ou forçado pelo poder alheio, mas por sentir contrição, por sentir o peso da ofensa de meus rompantes egoístas. Perdi a conta de quantas vezes me humilhei pedindo perdão a Deus e para pessoas. Passei a me importar com a jornada de voltar atrás e procurar reparar meus erros. Tenho muitas dificuldades para viver assim, mas estou perseverando. Estou consciente das pessoas que são atingidas com a má contribuição de meus pecados e peço a Deus que as ajude enquanto também abandono a vida rabugenta.

Amor ao Próximo: Depois que senti o amor de Deus as pessoas agora saltam  em minha frente e eu as percebo. Nunca meu próximo ficou tão perto. Nunca o deixei chegar tão próximo. Passei a enxerga-las com afeto e admirá-las. Deixei de vê-las como ameaça. Passei a me sensibilizar com elas e a preocupar-me com suas lutas e infortúnios. Tornei-me solidário com minha raça. É claro que algumas fazem esse trabalho tornar-se quase sobre-humano, mas a maioria dos pecadores é bem amável. Sinto-me feliz pelo fato de dedicar parte da minha vida servindo meus familiares e desconhecidos, nas ruas, pelo telefone ou até pensando no bem para elas. Não consegui praticar o amor sacrificial pelo inimigo, doar grandes somas de meu dinheiro ou até um rim. Esse amor ainda não sei como é. Mas acho que estou me saindo bem na fase inicial. Sinto-me mais humano e redimido.

Devoção: Depois que tive um encontro com Cristo (coisa que não posso provar que tive), passei a me relacionar com Ele de maneira intensa. Esse é um assunto bem secreto, e quanto mais secreto mais parece-me digno. Minha devoção me leva a buscar a Jesus como quem sonha com um paraíso ou uma grande realização na vida. Hoje acho que passar horas de oração é a melhor maneira de passar a vida (embora tenha preguiça muitas vezes). Tenho emoções indescritíveis lendo a Bíblia. A pessoa de Jesus, seu nascimento, sua vida e morte causam em mim fortes comoções pelas revelações que aumentam cada dia. E o que mais me encanta nEle? É algo inexplicável relacionado com o perdão que Ele oferece. Um perdão que o mundo não pode me conceder, uma anistia que ninguém pode oferecer. Sinto-me perdoado de modo que tenho paz. E é nessa paz onde minha devoção lança fora todo medo e faz-me aquietar-me num culto coletivo ou numa hora silenciosa. Eu que era superficial e agitado, agora sou dado a contemplação.

Estou seriamente pensando em concluir que eu me converti. Venho passando por isso há quase 30 anos. Acho que algo muito importante está ocorrendo.

Anúncios

6 comentários sobre “EU ACHO QUE ME CONVERTI

  1. Glória a Deus! Posso usar, citando logicamente a fonte?
    Espero que esteja tudo bem por aí no RJ.
    Abraços de alguem que busca a conversão…
    Paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s