BRASIL PELADO

Arte: Tarsila do Amaral

Paulo Zifum

Vez em quando sonho que me encontro despido em público. Desde que minha calça rasgou na escola quando tinha 8 anos, passei a ter pesadelos rápidos de estar correndo na rua desnudo, num pânico nada divertido. Uma coisa é você ser desavergonhado e andar nu por aí numa praia, outra coisa é ser involuntariamente exposto. Tenho sonhos assim no Brasil.

Cama pequena e cobertor curto: é desconfortável. Mas a Cama do Brasil é king e o Cobertor é imenso. Porém há uma sensação de escassez e parece que a nação não se ajeita. Quase não durmo direito, e olha que não penso em impostos.

Minha filha tinha uma festa para ir. Procurou no guarda-roupas, mas não achou nada adequado. Ela lutava com as combinações, mas nada se encaixava. Não havia como comprar nada. Daí a decisão: ir desconfortável ou ficar em casa sem festa. Experimento várias sensações assim no Brasil.

Meu país é rico, mas vive exposto num pesadelo fiscal. Meu país é grande, mas tem gente que puxa todo o cobertor. Meu país tem muita oferta, mas muitos convidados se sentem inseguros.

Faço uma oração: “Senhor, atinge o coração dos brasileiros do Oiapoque ao Chuí. Endireita a vereda de Brasília até aqui. Ensina-nos que é tua disciplina a falta que se vê. Como pode tanta riqueza com sensação de não ter? Eu tenho orgulho de ser brasileiro e vergonha também. Ó Senhor! Cobre-nos com tua graça! Todos dizem: amém! Pois somos pobres de nobreza e cegos de esperteza. A nudez virou notícia. Ah! Meu Deus! Que tristeza! Vem sobre nós e tira-nos desse pesadelo. Esse é o pedido de um filho brasileiro”. 

Anúncios

Um comentário sobre “BRASIL PELADO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s