MINHAS CUECAS

Paulo Zifum

Como? Não sei. Mas, elas voltam. Aparecem em minha gaveta, limpas e dobradas. Não tenho empregada. Ninguém além dela toca em minhas roupas. Eu uso quase todas. Sujo com valor do trabalho. Amasso com fricção do afã com que me afadigo. Mas, não tem jeito. Elas voltam macias, passadas e cheirosas.

Como magia, abro o compartimento e… “shazam“! Elas estão lá de novo. Para os homens que fazem sua própria mágica, eu imagino que saibam o segredo das cuecas aparecerem puras na gaveta, mesmo depois de serem quase incineradas pelo poder e calor de Mordor.

Tenho medo de perguntar para minha esposa como esse fenômeno acontece. Prefiro não saber dos dons “feiticeiros” que possa ter. Desconfio sempre por causa da infinidade de tarefas que ela parece tocar. Sei não.

Anúncios

Um comentário sobre “MINHAS CUECAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s