GENTE MOLE

Paulo Zifum

“Salvai-vos desta geração” (At 2.40)

Criança que não cumprimenta os mais velhos. Jovem que faz suas próprias regras e horários. E empurram o prato enquanto os pais suplicam para que comam. Choram por qualquer coisa e fazem drama, protesto e ameaçam. Recusam-se a trabalhar em casa. Não gostam de fazer esforço, ajudar os outros. Ficam horas na internet e ainda recebem comida na mão. Não obedecem nada de modo completo. Não pedem permissão nem para namorar. São autônomos sem nunca terem sido responsáveis (criança índigo*). Escondem-se de qualquer conversa na qual devem prestar contas. Praticam o silêncio covarde.

Os pais, moles e aflitos, dizem: não sei o que faço!

Esses meninos crescerão! E a expectativa é que vão precisar de muito conforto, botões de controle e muita comida pronta. Vão precisar da mamadeira do Estado, remédios para tudo e afago dos artistas. Serão tudo, menos fortes. E a mídia lhes dará a anestesia para suportarem a vida quando esta se mostrar dura.

Que Deus nos ajude!

*Criança Índigo: Pequise no Google! Você não vai acreditar no que vai ler!

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “GENTE MOLE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s