ELE BATE NA PORTA

Paulo Zifum

Cristãos gentis, acolhei o que ouvis. O Senhor bate em vossa porta porque soube da pobreza espiritual que vos acometeu, e cegueira também. Ele visita lares cristãos sem paz. Deseja entrar para ajudar, visto que a carestia afetou a oração que não se faz. Irmãos gentis, o toque divino ouvis. Abri a porta teólogos e ministros! Não percebeis vossos cultos mornos? O Fogo está fora e quer entrar. Ele com colírio vossos olhos quer curar. Crentes gentis, não vedes nem ouvis? O Senhor quer cear. Tendes ainda amor para lhe dar. Não deixeis esperando aquele que vos ama.

Quando Ele entrar sentirá o cheiro das coisas velhas e ranço de coisas malignas. Lançará fora o mal e de vós todo o mau. Seu olhar tratará os vícios e seu perdão resumirá o passado colocando-o no abismo. Ele entrará e o diabo sairá, findando a opressão. Ele ordenará a paz e vos pegará pela mão reconciliando corações.

Cristãos gentis, é Jesus a quem ouvis. Podeis esconder-vos num cargo eclesial? Podeis mentir quanto a vosso estado espiritual? Não é essa porta de Laodicéia que manteis cerrada? Noteis vosso infortúnio. Sois cristãos, mas viveis como gentios. Ouvi a voz do lado de fora. O Senhor bate, bem tarde da noite.

 

Anúncios

Um comentário sobre “ELE BATE NA PORTA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s