BUSCAR ENQUANTO PODE ACHAR

Resultado de imagem para labirinto maze runner

Paulo Zifum

sem-titulo1Isaías 55:6

O texto acima afirma que o tempo se esgota, e depois que acaba, não dá mais para resolver certas coisas.

Relacionamentos: Você ofende uma pessoa,  e não a busca para conciliar, pode ser que , quando a procurar, descobrirá que passou tempo demais. Até a gratidão tardia poder ser inútil em alguns casos. Um fiasco querer viver depois de ter “morrido” pela causa errada coisas no lugar de pessoas). O tempo é cruel com aqueles que perderam a hora de ser feliz.

Obediência: A mãe diz para não sair, mas o jovem sobe no carro para desfrutar da rebeldia. Nem sempre rapazes e moças tem a chance de sair da confusão que criam.

Pais e filhos: Os filhos crescem à nossa disposição para conversar e ensinar, mas, buscar em bate-papo com um adolescente sem ter construído uma amizade, pode ser um esforço perdido.

Saúde: Nossa coluna vertebral tem uma “borrachinha” que se desgasta com os impactos sem proteção muscular. Depois que perde, não tem musculação que reponha essa função. A  má alimentação e falta de sono pode ser corrigida, mas depois de muita bagunça o corpo não encontra resgate da saúde. O tempo é severo.

Negócios: A falta de iniciativa e coragem faz os vacilantes perderem oportunidades incríveis. E o comerciante ou político que aceita favorecimento ilícito, se não voltar logo, pode não achar mais a saída.

Porém, o mais urgente…

não são negócios, saúde nem nossos relacionamentos horizontais. Nossa busca mais importante deve ser a referência de nossa origem. Devíamos estar mais preocupados com a origem da felicidade que com a própria  vida feliz. É melhor buscar a origem da beleza e da bondade que a vaidade de possuir o belo e o bom. Buscar a Deus é o mais urgente.

O profeta Isaías quando diz para  ‘buscar יהוה o Senhor Deus”(um viva para esses mensageiros do além!), nos fala sobre os caminhos da vida. Dá-nos a ideia de que, uma vez andando de costas para Deus, quanto mais se anda, mais perdidos nos tornamos. Deus, que deve ser nosso “amor último”, quando ignorado nem sempre fica nos aguardando. É como chegar ao centro de um labirinto sem saída e descobrir uma corrida contra o tempo. A volta é possível, entretanto, a pessoa amada pode não estar mais lá.

As portas não ficam abertas para sempre. Um exemplo clássico é o drama da Arca de Noé. Quando o dilúvio desabou, logo após Noé e sua família entrarem na Arca ,”o Senhor fechou a porta” (Gn.7.17). Para os de fora o tempo havia esgotado.

Diz o profeta: “Não sejam teimosos feito uma mula! Não insistam em dizer que sabem por onde estão indo, quando, na verdade, estão perdidos! Voltem! Voltem para casa! Busquem o Senhor, em tempo de poderem encontra-lo”.

Esse discurso não é dito apenas aos pagãos. É também dirigido aos cristãos. Salvação não se perde, mas a alegria dela se desperdiça. O filho pródigo voltou, mas, só Deus sabe os valores que nunca mais pôde encontrar.

Busque enquanto pode achar!

*Foto: Filme Maze Runner: Correr ou Morrer.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s