A IGREJA REUNIDA

Image result for fellowship church

Paulo Zifum

Quando você passar em frente de uma Igreja, e ali vir um grupo de cristãos resolvendo coisas espirituais, saiba, que é uma das coisas mais sérias que podem acontecer nesse andar de baixo.  Jesus disse que “onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou no meio deles” (Mt.18.20). Ele faz a Igreja transcender, e o Espírito Santo, se não estiver apagado, eleva todos os assuntos.

Em uma única reunião muitas deliberações podem acontecer, desde perdão dos penitentes até o socorro imediato de povos distantes. A Igreja é uma agência do Céu, cujos negócios do Reino são tratados.

É claro que falsas igrejas também se reúnem para tratar de interesses corporativos que não se relacionam com o Corpo de Cristo. São negócios do homem, sobre os quais Deus, ainda assim, colhe suas vantagens (Fp.1.15-18).

A Igreja reunida sofre diversos problemas internos como divisões de opinião, falta de firmeza moral e desvios doutrinários (1Co.3; 1Co.5; Ap.2). Essas falhas enfraquecem o exercício do mandato espiritual de uma comunidade cristã, definido socialmente como “coluna  e baluarte da verdade” (1Tm.3.15).

O livro de Atos deixa claro que a Igreja tem o mandato de manifestar Cristo, interceder pelo mundo impenitente e comunicar a ele os ultimatos  divinos (At.2 e 17). Mostra que a comunidade cristã como sal e luz da terra, jamais ignora a necessidade dos pobres (At.3 e 4).

Há um destaque em Atos para os atos oficiais que emanam da Igreja reunida. Um fato interessante descrito no capítulo 15: Alguns homens desceram da Judéia para Antioquia e passaram a ensinar aos irmãos: “Se vocês não forem circuncidados conforme o costume ensinado por Moisés, não poderão ser salvos”. Isso levou Paulo e Barnabé a uma grande contenda e discussão com eles. Assim, Paulo e Barnabé foram designados, juntamente com outros, para irem a Jerusalém tratar dessa questão com os apóstolos e com os presbíteros. 

O incidente ocasionou a convocação de uma Assembleia em Jerusalém. Essa reunião foi bela e ordeira, resultando o seguinte documento oficial:

“Carta Oficial: Os irmãos apóstolos e presbíteros, aos cristãos gentios que estão em Antioquia, na Síria e na Cilícia: Saudações. Soubemos que alguns saíram de nosso meio, sem nossa autorização, e os perturbaram, transtornando suas mentes com o que disseram. Assim, concordamos todos em escolher alguns homens e enviá-los a vocês com nossos amados irmãos Paulo e Barnabé, homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, estamos enviando Judas e Silas para confirmarem verbalmente o que estamos escrevendo. Pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não impor a vocês nada além das seguintes exigências necessárias: Abster-se de comida sacrificada aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados e da imoralidade sexual. Vocês farão bem em evitar essas coisas. Que tudo lhes vá bem. Atos 15:23-31
Que todos os cristãos tenham dimensão da importância dos atos da Igreja reunida! E que a comunidade valorize seus líderes em concílio, onde decidem sobre os assuntos da Igreja.

Coram Deo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s