DO ÉDEN AO GETSÊMANI

Resultado de imagem para image jesus and adam

Paulo Zifum

Assim está escrito: “O primeiro homem, Adão, tornou-se um ser vivente”; o último Adão, espírito vivificante. 1 Coríntios 15:45

Dois homens, dois jardins. O primeiro homem, criado de modo especial. O segundo, gerado de maneira sem igual. Os dois tinham uma ordem clara. Adão devia obedecer para não morrer. Cristo sabia que a ordem era morrer. E era a obediência a prova de uma vida realmente consciente de propósito.

No Éden, o primeiro Adão abandona a direção divina para fazer sua própria vontade, seguindo em rebeldia para uma vida sem consumação. No Getsêmani, o último Adão luta com sua vontade e a vence. Qual dos homens foi capaz de dizer no fim da vida: “Está Consumado”! Todos nós, após Adão, falhamos. Temos dificuldade de obedecer para viver, e cedemos às mais diversas tentações que nos reduzem a subviver. Nenhum homem conseguiu viver em obediência 100% para dizer “está consumado”. Só Cristo!

No Getsêmani, Jesus morria (angústia e colapso emocional) para dar vida. No Éden, Adão tomado de vaidade, saltava para viver sua vez, tirando de todos essa possibilidade. Quando procurado sobre a culpa, Adão disse que não era tutor de Eva e que ela devia assumir seu erro. Jesus, ao ver a culpa, pede ao Pai anistia para os pecadores. Ele diz a ao culpado: “Hoje estarás comigo no Paraíso”. Mas, o primeiro Adão é expulso do Paraíso. Um nos faz voltar ao Jardim de Deus, o outro nos conduz aos apetites da carne e fora da presença de Deus.

No Éden, a humanidade é vencida. No Getsêmani, a humanidade é redimida. Em Cristo, os filhos de Deus são animados à dizer: “contudo, seja feita a tua vontade e não a minha”. Em Adão, somos escravos da lei do pecado, e não há liberdade de fato. Caim, segundo Adão, repete a atração pelas trevas do rancor. Estevão, em Jesus, repete o perdão mesmo em meio ao pavor.

Eu penso nessas coisas. Eu fui expulso do Éden. E mesmo que Deus me colocasse lá novamente para dar-me uma segunda chance, eu seria expulso, e de novo, e de novo. Agora, em Cristo, encontro-me no Getsêmani. Todo cristão está nesse jardim. Ali, juntos ao Senhor, ora acordados, ora dormindo, ora sóbrios orando, ora fracassados na carne, ali, lutamos. E assim será toda a vida.

Neste mundo de jardins e frutos proibidos,  a humanidade vive constantemente banida e refugiada. A maldição do deslocamento de Adão fez Caim andar com medo. Mas, graças Jesus Cristo, encontramos o jardim que nos levará de volta ao Paraíso. E cada cristão sabe ajoelhar e decidir obedecer. Cada um sabe que deve tomar sua cruz, para nEle alcançar sentido, propósito de uma vida consumada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s