DINHEIRO, NÃO!

Image result for grana grana

Paulo Zifum

Há tanta coisa boa para fazer com o dinheiro. Depois de comprar algumas coisinhas para mim e realizar alguns pequenos sonhos, vou ajudar os outros. O problema é que estou com 80 anos e ainda o dinheiro não deu”   Bila, personagem de Viagem Sem Volta

Alguns filmes mostram pessoas dizendo “não” para o dinheiro e para a fama. Toda vez que isso acontece, me sinto pequeno diante da tela, principalmente quando o dinheiro é limpo e o personagem dá as costas ao sucesso por achar que riqueza não é tudo. A maioria de nós daria um rim por uma chance de ficar rico.

Abraão foi um cara desses na Bíblia. Quem assistiu o filme lendo Gênesis, sabe bem o momento em que acontece o “não”. Abraão dispensou um pagamento de gratidão dizendo: “não quero que ninguém diga que me enriqueceu”. Talvez, quem assistiu (leu) pela primeira vez pense que foi um orgulho, mas se prestar atenção melhor vai perceber que o contexto muda o dinheiro e quem paga pode definir as coisas. Abraão sabia que se aceitasse deixaria que suas motivações fossem preenchidas pelas pessoas (Gn.18).

O dinheiro é um instrumento que muda de função conforme a situação. Pode ser uma forma de poder ou amor. Receber dinheiro pode ser um ato digno e humilde. Mas, por vezes, pegar dinheiro faz Sméagol virar Gollum. Como saber qual a hora de receber e qual a hora de se esquivar e fugir? Tolkien em sua ficção Senhor dos Anéis, mostra a luta que pessoas de bem passam com a sedução e a cobiça.

Cobiça é um pecado que o profeta Eliseu venceu, mas, Geazi, seu ajudante, não conseguiu. Você pode assistir (ler) o filme Reis e perceber que Eliseu não aceitou o presente costumeiro dado aos videntes (1Sm.9.6-8). Ele discerniu o mesmo que Abraão. Algumas “ofertas” são um laço para o homem.

A origem do dinheiro pode até ser legítima, mas o coração pode estar cheio de uma “fome” perigosa, como a de Esaú (Gn.25.27-34) . A danada da cobiça, quando identificada como uma velha cobra, deve ser pisada na cabeça. E foi o que nossos heróis Abraão e Eliseu fizeram. E Moisés também foi condecorado por vencer o desejo de fama  e poder ao abandonar sua filiação egípcia (Hb.11.23-29).

Dizer “não” ao dinheiro é coragem, irmão!

Tem a hora certa. É uma hora rara, específica, que não pode ser confundida com preguiça e sossego. Tem gente que diz: “eu não preciso de dinheiro” só pra se encostar. Tem gente que deixa oportunidades passarem só para não arriscar. Isso é covardia.

O “não” valoroso envolve um discernimento que Jesus teve quando foi tentado pelo Diabo. Se você assistir (ler) o filme Mateus, verá Jesus falando sobre o dinheiro e mostrando, tanto na Tentação (Mt.4) como no Sermão do Monte (Mt.5-7) que o dinheiro é um deus (Mamom) que concorre com o amor ao Deus verdadeiro.

Paulo, dá para Timóteo um roteiro de santidade e alerta, mostrando que muitos não conseguem dizer “não” para o dinheiro e caem em muitos males (1Tm.6.10).

Você talvez diga: “nunca fui tentado a pegar um dinheiro ilícito”. Mas, vale pensar que o ilícito não se resume na ação de ganhar mais dinheiro. Ilícito e escandaloso é gastarmos todo nosso dinheiro conosco, privando o próximo de algum auxílio como fizeram o levita e o sacerdote da parábola do Bom Samaritano (amo ler esse curta metragem). Aquele camarada disse “não” para o dinheiro gastando no socorro do samaritano (Lc.10.25-37).

Dizer “não” para “um dinheiro”. Essa é a questão. Abraão era um milionário, mas percebeu que existem tipos de grana que não devem ser recebidas nem retidas. Tem dinheiro que estraga a boa conta.

*Nota: por favor, não me interprete mal, ideias como a de Jabez (1Cr.4.9) são brilhantes. Ganhar dinheiro não é pecado, dependendo do lugar onde for depositado no coração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s