QUE INSEGURANÇA!

Resultado de imagem para olhando para cima

Paulo Zifum

Você já ficou sofrendo semanas com medo de uma pessoa muito necessária estar chateada com você? Pior é quando você deu razão e a gora não sabe como resolver.

Você já ficou cismado que alguém não gosta de você e você tenta ser gentil? E a pessoa parece indiferente?

Você já teve um desempenho baixo e ficou um tempão remoendo, sentindo-se uma pessoa de pouca inteligência?

Você notou que fala demais, explica demais, justifica demais e brinca demais?

Você já percebeu que diz não pra quase tudo?

Você não desconfia que se sente desconfortável com os outros e está sempre pensando em se comportar bem e ter uma conversa interessante?

Você já parou para pensar que sua identidade pode estar em risco com essa compulsão de significar?

Você não acha que o medo de morrer com tanta frequência é uma insegurança de viver?

Olha, se eu fosse você, iria procurar o Fabricante. Pelo diagnóstico, o pecado atingiu a válvula central. Nenhuma pessoa deve viver assim. Anime-se e lembre da placa da fábrica: “O Amor lança fora todo medo!”. Apresse-se! O hino a ser cantado é o contrário do título desse texto.

Anúncios

Um comentário sobre “QUE INSEGURANÇA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s