EXAGEREI

Resultado de imagem para demais

Paulo Zifum

Tenho um vício. Todos tem um, um exagero.

Falar demais é para maioria um hábito pernicioso, e delicioso. Não dizer nada sempre, é um exagero. Comer demais é algo incompreensível, pois é como acelerar o carro sem andar. Sentir tristeza pode ser um vício imperceptível. Trabalhar demais pode ser um exagero quando não é necessário para ninguém. Dormir é uma benção se não for um sono rebelde ou covarde. Gostar de algo ou alguém a ponto de segurar forte para si pode sufocar o objeto amado. Querer ser notado é um vício que pode ser escandaloso ou secreto, e é um dos mais diabólicos.

É um exagero!

Eu percebo meus vícios grosseiros e investigo os sutis. E mantenho essa sobriedade porque acho ridículo andar pelado como se estivesse vestido. Peço a Deus que cubra minha nudez porque meu próximo não costuma ter misericórdia. Suplico que me ajude a ser mais moderado, menos soberbo, mais prudente.

Então, chega!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s