A TENDA COMEÇA SER DESFEITA

Imagem relacionada

Paulo Zifum

Sabendo que brevemente hei de deixar esta tenda, como nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou“. 2 Pedro 1:14

Quem já montou uma barraca num camping, sabe como é essa habitação temporária. E quem acampa bastante já viveu a experiência de remendar a barraca velha, improvisando porque a “tenda começa se desfazer”.

A tenda é uma boa e humilhante alegoria para a vida. Nosso corpo é a habitação de nossa alma e, a pobre se vê aflita quando a saúde dá sinais de fraqueza. Infelizmente, algumas tendas parecem desfazer antes do tempo. Essa contingência, como disse o poeta Fernando Brant, “é a vida desse meu lugar”.

Entre idosos, é muito raro se falar do tema “hora de desmontar a barraca”. Há um comum apego, mesmo que a tenda esteja reduzida e toda puída. A canseira e enfado (Sl.90.10) de ficar segurando a estrutura para não cair é humilhante, mas a falta de perspectiva da vida “pós-tenda”, parece dar força para sustentar esse tabernáculo provisório.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s