EXISTE LIBERDADE!

Resultado de imagem para eu sei que o meu redentor vive

Paulo Zifum

Liberdade implica em desigualdade. Os que desejam igualdade devem saber sacrificar a liberdade. E assim, as escolhas seguem acirradas. Aquele que deseja justiça deve se submeter às leis criadas por pessoas. Mas, ao ressentir-se de alguma lei, a quem recorrerá por liberdade? Os que desejam liberdade devem abrir mão de algum conceito de igualdade, e, isso é perigoso para os termos humanos de justiça.

Os que desejam liberdade, igualdade e justiça são constantemente frustrados por ser impossível equilibrar esses conceitos. A História recente nos conta o quanto nós polarizamos as ditaduras do comunismo e capitalismo, tornando antagônicos os desejos de liberdade, igualdade e justiça.

A única saída para nossos movimentos pendulares entre o bem e o mau, é aceitarmos o conceito bíblico de que existe um soberano sobre o mundo, e que este, é totalmente livre para administrar tudo. Jó desenvolveu esse conceito na teoria e o consolidou na prática, logo depois de sofrer perdas incalculáveis e ter sua vida mutilada. Ele disse: “Deus deu, Deus tomou. Ele continua sendo bom e justo. Tenho recebido o bem de Deus, não receberia também o mal?” (Jó 1.21 -2.10).

Pessoas que tem um conceito correto de Deus, são as mais capacitadas para compreender a vida em suas contingências. Jó, segundo o texto de sua história, era um homem que lutava pela justiça e igualdade, que libertava pessoas da opressão, porém,  não se vitimizou quando foi atingido por uma “injustiça” e quando teve sua liberdade decepada. Para ele, Deus está acima de qualquer julgamento humano. Entendia que Deus é livre e isso implica que não tratará a todos de modo igualitário. Jó acreditava que permitir que uma pessoa boa sofra e dar prosperidade para um homem mau não torna Deus injusto.

Para ateus, esse raciocínio é um absurdo e escandalosamente escapista*. A defesa de um Deus pessoal e soberano é odiosa para intelectuais que voam “livres” de ideias teístas. Mas, a rejeição da fé em Deus cria um universo que relativiza a moral e, essa é a razão pela qual a humanidade é incapaz de ser livre, igualitária e justa (se alguém duvida disso, basta olhar as manchetes diárias ou estudar sobre as riquezas das nações).

Rejeitando ideias ardilosas e sofistas, a fé cristã defende que Deus é o único que pode sustentar nossa vida num mundo sem sentido. E, temos, não apenas em Jó, mas em vários testemunhos de cristãos hoje, a possibilidade de se viver acima do pensamento linear. Mesmo que tudo pareça desigual e injusto, é possível acessar uma outra liberdade. Jó a acessou a partir da verdade sobre Deus, segundo o que foi dito: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo.8.32), e, talvez, seja por isso que o próprio Jó disse: “eu sei que meu Redentor vive, e que no fim se levantará para me defender e vindicar ainda que eu esteja no pó do meu túmulo” (Jó.19.25). Os cristãos sabem quem é a Verdade e o Redentor, no qual firmam a garantia de real liberdade (Rm.8.21).

*Nota: Os cristãos são escapistas e vivem numa religião onde Deus está sempre certo: Para os que pensam assim, é melhor mesmo, nadarem numa piscininha rasa com bóia. Porém, os mergulhadores acreditam que Jó considerava que tudo que temos e somos nos foi doado e, o doador tem o direito de tomar de volta. Essa é uma noção de justiça mais profunda, baseada num criador pessoal, e que faz sentido num mundo que não pode ser  sustentado pelo acaso.

agostinho

Anúncios

2 comentários sobre “EXISTE LIBERDADE!

  1. Texto muito instrutivo, apesar de demasiadamente denso para o leitor mediano.

    Em Cristo Jesus…

    Marcos O. De Deus

    ________________________________

  2. Eu entendi o seu texto na segunda lida! Nunca tinha me atido à ideia de o slogan de liberdade e igualdade pra todos é algo impossível aos homens, seja pela sua incapacidade de gerir tais coisas, seja pelo seu egoismo para abrir mão de algo seu (ou cobiçar o do outro) ou pelo orgulho que fará com que não abra mão da sua liberdade, mesmo que esta escravize os outros, as vezes a si mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s