PAPAI CASOU POR AMOR! (parte1)

Resultado de imagem para foto antiga casal anos 30

Paulo Zifum

Vez em quando ia almoçar com meus pais. Certa vez, sentado à mesa, esperando mamãe servir, meu pai confidenciou que quando tinha 17 anos afeiçoou-se por minha mãe por pura compaixão. Via que ela sofria maus tratos em casa e sentia-se responsável por ajudá-la. -Vou tirar essa menina desse sofrimento! -pensava ele.

Ele era um rapaz belo de ascendência italiana, de boa família. Minha mãe porém, não tinha grandes dotes de beleza, entretanto era dona de elevado caráter moral. Num ímpeto, papai fez a seguinte proposta: “Foge comigo, pois vou te tirar desse inferno”. Embora fosse uma proposta segura de socorro, minha mãe recusou: “Se você me ama, case-se comigo com honra”. Essa conversa definiu os rumos do coração.

Embora fosse assediado por belas moças, papai estava decidido a amar aquela pobre jovem. E por causa de sua enorme compaixão, passou a notar o como ela era bela e valorosa.

Esperando a hora certa, tomou coragem e foi pedi-la em casamento. Porém, logo descobriu que não havia hora certa, e que a maldade havia tomado o requinte de proibir a felicidade. O pedido foi negado.

A situação causou muito sofrimento, porém, fortaleceu ainda mais os desejos de resgate de meu pai. Ele foi até o delegado da cidade e contou sua história. Mas, o que poderia fazer aquela autoridade?

Anúncios

Um comentário sobre “PAPAI CASOU POR AMOR! (parte1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s