NOÇÃO DA REALIDADE

fotos-incriveis-da-Segunda-Guerra-Mundial-8

Paulo  Zifum

Parece que a maioria das pessoas perderam a noção da realidade. Divagando em teorias e ideais, muitos vivem de gostos e sentimentos. Acordam pela manhã e seguem o pulso atraídos por um caminho indefinido (e isso sob o desejo de controlar a própria vida).

Você precisa manter sua vida dentro da realidade. Certo? Então precisa notar que, talvez, o jeito que está construindo é de cima para baixo. O exemplo disso são os pais que querem educar seus filhos com conceitos de retidão e liberdade sem lhes infrigir dor em momento algum. Outro exemplo seria de alguém que abre um negócio simplesmente porque tem talento sem fazer uma pesquisa mínima de campo. Iniciar um namoro sem se importar com o passado do alvo amado é uma maneira de perder a noção da realidade. É como começar uma construção sem sentar para calcular os recursos (Lc.14.28)

Não que o pragmatismo seja a única realidade ou o empirismo a única forma de pesquisa (ambos carregam distorções também). Mas,  existem coisas latentes que precisam ser observadas.

Pense no casamento de João e Maria. Eles estão casados há 5 anos e perceberam que possuem poucas coisas em comum. O diálogo é respeitoso e limitado à vida doméstica com alguns comentários sobre o trabalho e o estudo. O sexo oferece a satisfação de uma boa refeição mas nada memorável para contar de modo saudoso. Falam de ter filhos para não esquecer da pauta e vão à Igreja porque são comportados. Quem pode ajudar esse casal?

A noção da realidade pode ajudar uma pessoa a encarar suas limitações, pode fazer com que entre em ação. A falta dessa noção pode manter um sujeito no cárcere da teoria e ideário privando o viver de verdade.

Jesus disse: “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Jo.8.32). Jesus estava no meio de um discurso sobre a realidade e a obscura condição humana. Ele mostrou como as pessoas são incapazes de acreditar e perceber a realidade, e denunciou que os homens “amam mais as trevas que a luz” com o fim de manterem suas distorções (Jo.3.19-20). Jesus foi o maior choque de realidade que os judeus poderiam ter. Ele também “tirou o telhado” de Pilatos (Jo.18.38) e continua sendo a Verdade que todos nós precisamos hoje.

O apóstolo Pedro (considerado um homem de ação), depois de receber alguns elogios e destaques no staff  de Jesus, saiu da realidade (Lc.22.23-34). Não é exatamente assim? Somos todos feitos do mesmo material. A vaidade nos tira a noção da temporalidade e a segurança em excesso nos envia para um mundo paralelo onde somos invencíveis. Mas, Jesus deu a Pedro a chance de voltar à noção.

E qual seria essa noção da realidade?

Segundo o ensino do Senhor, a realidade é que somos amados por Deus, apesar de sermos egoístas, imorais, traidores, corruptos, covardes, maldosos e rebeldes. A realidade é que nossa limitaçãos espiritual afetou o sistema físico, emocional e intelectual, fazendo com que nosso lobo temporal esquecesse a verdadeira identidade. Nos tornamos impostores e, quando tentamos ser verdadeiros, na maioria das vezes não temos sucesso. Somos pecadores. E o modo como fazemos política revela a triste realidade dos relacionamentos onde o outro é visto como uma constante ameaça e opinião pessoal é sempre a melhor. Não há paz verdadeira e isso é uma realidade.

Então, o pessimismo é a realidade?

Reconhecer a enfermidade é o primeiro passo para tomar o remédio. Parar e pedir informação mostra a humildade do perdido. É o que o Adão de Olavo Bilac em Alvorada do Amor não quis fazer de jeito nenhum. Enquanto seguirmos o pulso, seremos mais um “sem noção nesse mundão”. Mas, o ato de “humilhar, e orar, e buscar” a Deus (2Cr.7.14), nos fará achar a realidade, a vida de significado e a eternidade.

*Foto: Segunda Guerra, em outubro de 1938, uma moça aos prantos, faz saudação nazista, ao mesmo tempo que a outra mão, segura um lenço para limpar seus olhos marejados. A imagem foi usada como publicidade, tanto pelos alemães que mostravam a moça emocionada, quanto pelos aliados, para mostrarem o seu descontentamento.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s