A RESPONSABILIDADE É SUA

Resultado de imagem para problema pe seu

Paulo Zifum

O problema é seu!

Essa frase pode ser ouvida como se fosse uma granada.  Instintivamente, jogamos de volta: Não! A culpa é sua!

Mas, nem tudo é uma bomba prestes a explodir (embora o casamento e a educação de filhos possam causar essa sensação), e é um ato muito covarde se esquivar dos problemas negando responsabilidade.

É nobre quando o marido assume integralmente o cuidado com sua esposa maluquinha. É piedoso quando a esposa aguenta com discrição as deficiências de seu marido bebezão. É redentor quando os pais assumem a responsabilidade da falha de caráter dos filhos.

A probabilidade de ocorrer tratamento, soluções e correções, é muito maior quando alguém assume a tarefa de redenção. Agora, devolver o problema como fez Adão (Gn.3.), é um comportamento muito danoso. Os problemas aumentam e alastram como fogo numa relva seca, quando o “jogo de empurra” começa.

Vivo num mundo covarde, mas quero ser assim, não!

Anúncios

Um comentário sobre “A RESPONSABILIDADE É SUA

  1. “O problema não é meu!” Quantas vezes você já ouviu perplexo essa frase? Creio que a resposta poderá superar a casa das dezenas de vezes. Fato lamentável, porém verdadeiro para o modelo de sociedade que adotamos. Vivemos fugindo de tudo e de todos. Transferimos a educação dos filhos para os professores. A consciência no trânsito para o motorista ao lado. A violência que bate à nosso porta, cotidianamente, para o vizinho da direita ou da esquerda. Desta maneira, seguimos em frente arrimados na assertiva de que “O PROBLEMA NÃO É MEU”. Creio que diversas são as soluções para o comportamento sob análise. Muitos serão os pontos de vista e as opiniões a respeito do tema proposto. Entretanto, existe um lugar que busca, diariamente, resposta para a fuga dos conflitos: a IGREJA. Nela são tratados semanalmente os males que assolam a humanidade. Na Casa do Senhor encontramos o antídoto para a rejeição das propostas duvidosas, que podem ter numerosos caminhos. O Novo Evangelho traz soluções inéditas para os velhos problemas do homem. Neste compasso, assiste razão o Autor do texto ao afirmar que “A probabilidade de ocorrer tratamento, soluções e correções, é muito maior quando alguém assume a tarefa de redenção”, pois a ajuda ou recurso capaz de livrar ou salvar alguém de situação aflitiva ou perigosa está no conhecimento e na aplicabilidade dos princípios ministrados nos altares do Criador. De fato, o problema não é seu, nem é meu, o problema é nosso. VAMOS RESOLVÊ-LOS JUNTOS?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s