O QUE SE ESPERA DO CRENTE?

Paulo Zifum

O que se espera de uma árvore frutífera?

O cristão é um divergente, e, ao mesmo tempo, atraente. A luz que confronta as trevas, também chama para si os que desejam sair da escuridão. Agora, se o crente nivelar sua vida ao mundo, negociando valores na mesma bolsa, então, não diverge, nada oferece senão apoio.

Divergente 

“no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade” Ef.4.23-24

Portanto, não sejais participantes com eles. Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade). E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. Porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha.” Ef.5.7-12

Paulo, exorta os crentes de Éfeso para evidenciarem a salvação. Ele os exorta dizendo:

Desperta, ó tu que dormes,
levanta-te de entre os mortos,
e Cristo te iluminará.

Augustus Nicodemos interpreta esse texto da seguinte forma: “Os crentes receberam vida (Ef.2.1) e estão vivos espiritualmente, mas ao deitarem com os mortos (ter um comportamento mundano), não podem ser distinguidos. Imagine a cena de um vivo deitado entre 99 mortos?”

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s