PIRULIM

Pirulim são poesias que só lê quem tem tempo pra bobagens. Paulo Zifum gosta!

GANHO CERTO

 

Fiz poesia

Para ganhar um concurso

E me divertia

 

Escrevi soneto

Pra ganhar dinheiro

E me divertia

 

E tanto me divertia

Que não ganhei nada

Só alegria

 

PROCRASTINUS

 

A ideia surgiu do nada

E o sonho veio tão forte

Aí, fiquei pensando na ideia

E sonhando alto

Depois planejando a ideia

E o sonho foi crescendo

Novas ideias surgiram

E fiquei sonhando lindo

E contando com a hora ideal

Quando veio o tino de começar

E tocar meu sonho azul

Quando dei por mim

Tive de mudar de ideia e de sonho

CARTINHA MUSICAL

Querida Batatinha,

em mim nasce e se esparrama amor por ti.

Menininha, não chores por causa do quartel que pegou fogo,

mandarei marchar soldados para pegar quem soltou balão.

Se a Rua do Sabão, ainda estiver ruim, mandarei ladrilhar.

Quanto ao limoeiro, não te preocupes que Tindôlelê irá cuidar.

Pedirei que cuide também de separar o cravo da rosa em tua sacada.

Naquele acidente em que a canoa virou, por causa da Maria desastrada,

Perdi o anel que tu me deste e Sambalelê ficou com a cabeça quebrada.

Mas, ficou tudo bem pois o padre nos socorreu no seu jipe.

Linda morena, como fui te deixar no Itororó?

Agora a saudade no meu peito ainda mora.

E meu coração, não sei por quê, é um pinguinho de tinta que cai no papel.

Jamais descolorirá!

Minha Pombinha Branca, como poderei viver sem a tua companhia?

Um comentário sobre “PIRULIM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s