PIRULIM

Pirulim são poesias que só lê quem tem tempo pra bobagens. Paulo Zifum gosta!

GANHO CERTO

 

Fiz poesia

Para ganhar um concurso

E me divertia

 

Escrevi soneto

Pra ganhar dinheiro

E me divertia

 

E tanto me divertia

Que não ganhei nada

Só alegria

 

PROCRASTINUS

 

A ideia surgiu do nada

E o sonho veio tão forte

Aí, fiquei pensando na ideia

E sonhando alto

Depois planejando a ideia

E o sonho foi crescendo

Novas ideias surgiram

E fiquei sonhando lindo

E contando com a hora ideal

Quando veio o tino de começar

E tocar meu sonho azul

Quando dei por mim

Tive de mudar de ideia e de sonho

CARTINHA MUSICAL

Querida Batatinha,

em mim nasce e se esparrama amor por ti.

Menininha, não chores por causa do quartel que pegou fogo,

mandarei marchar soldados para pegar quem soltou balão.

Se a Rua do Sabão, ainda estiver ruim, mandarei ladrilhar.

Quanto ao limoeiro, não te preocupes que Tindôlelê irá cuidar.

Pedirei que cuide também de separar o cravo da rosa em tua sacada.

Naquele acidente em que a canoa virou, por causa da Maria desastrada,

Perdi o anel que tu me deste e Sambalelê ficou com a cabeça quebrada.

Mas, ficou tudo bem pois o padre nos socorreu no seu jipe.

Linda morena, como fui te deixar no Itororó?

Agora a saudade no meu peito ainda mora.

E meu coração, não sei por quê, é um pinguinho de tinta que cai no papel.

Jamais descolorirá!

Minha Pombinha Branca, como poderei viver sem a tua companhia?

Um comentário sobre “PIRULIM

Deixe uma resposta para Aprendiz de um monte de coisas! Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s