MENINA EXTRAORDINÁRIA

Resultado de imagem para miria e nmoises

Paulo Zifum

Há um relato na Bíblia que lança luz sobre uma menina chamada Miriã. Nos primeiros capítulos do livro de Êxodo essa menina faz algo aparentemente simples. Ela toma algumas decisões que somente pessoas especiais tomariam. A maioria paralisa diante de perigos e sentenças da vida, mas Miriã era filha de Joquebede. E como sua mãe era extraordinária, a menina mostrou o tino dessa herança: fazer algo incomum.

O texto não diz que a mãe ordenou nada. Ela fez o que fez por estar atenta, por buscar seu lugar na história, por amar seu irmãozinho, por acreditar em milagres. Então, a luz da narrativa volta-se para a atitude:

Um homem da tribo de Levi casou-se com uma mulher da mesma tribo,
e ela engravidou e deu à luz um filho. Vendo que era bonito, ela o escondeu por três meses. Quando já não podia mais escondê-lo, pegou um cesto feito de junco e o vedou com piche e betume. Colocou nele o menino e deixou o cesto entre os juncos, à margem do Nilo. A irmã do menino ficou observando de longe para ver o que lhe aconteceria.
A filha do faraó descera ao Nilo para tomar banho. Enquanto isso as suas servas andavam pela margem do rio. Nisso viu o cesto entre os juncos e mandou sua criada apanhá-lo. Ao abri-lo viu um bebê chorando. Ficou com pena dele e disse: “Este menino é dos hebreus”. Então a irmã do menino aproximou-se e perguntou à filha do faraó: “A senhora quer que eu vá chamar uma mulher dos hebreus para amamentar e criar o menino? ” (Ex.2.1-7)

O texto diz que “ficou observando de longe”. Imaginamos o batimento cardíaco dela. Ela não estava apenas curiosa. Pessoas curiosas que gostam de assistir os eventos, normalmente não entram nele. Ela estava ali com propósito.

O texto continua dizendo que “aproximou-se e perguntou”. Esse era o momento! Essa era a hora em que algo extraordinário acontece e Miriã estava lá para participar. E qual menina teria essa coragem? Quem teria essa sabedoria que ele teve? Miriã é usada por Deus para devolver o irmão para os braços de sua mãe.

Faraó manda matar todos os meninos hebreus. O que ele não esperava é que sua própria filha iria criar o menino hebreu que iria destronar o poder do Egito. O menino passou a ser chamado Moisés (nome egípcio) e foi criado no palácio pela própria mãe biológica Joquebede. Deus age com requinte, criando uma bela história redentora, dando esperança para Israel e chance de redenção ao Egito.

Miriã estava lá!

Essa é a vontade de Deus para todos nós. Em tempos de escuridão e dor, em momentos onde tudo parece estar perdido, as pessoas que acreditam, insistem. E quando vem a hora, sabem o que fazer e dizer, porque se veem como solução e não apenas como um fragmento do problema.

Anúncios

GNOSTICISMO

Imagem relacionada

Paulo Zifum

Homens excitados com ideias fantasiosas enchem o mundo e ofertam diversões curiosas para as mentes que dispõem de algum ócio. Ninguém os leva a sério pois acreditam ser “só um filme” ou, após lerem acham apenas divertida a aventura.

Porém, alguns homens surgem como oráculos e discursam de modo persuasivo usando a mística. E não querem divertir, querem esclarecer e ensinar. Não falam como um bufão, mas emponderam revelações, seduzindo os ouvintes a uma nova compreensão. E a novidade é a “sarça ardente” que usam para atrair as almas carentes de significado.

A palavra gnose significa conhecimento de onde se deriva o movimento do gnosticismo identificado nos primeiros séculos da era cristã.  Enquanto os líderes da Igreja lutavam para centrar a mensagem em Cristo somente a partir do Antigo Testamento (tradição juidaco-cristã), surgiram homens muito religiosos que não consideravam o cristianismo a única fonte de verdade. Esses gnósticos procuravam combinar doutrinas persas, egípcias, gregas e judaicas num sincretismo místico e filosófico.

Esses líderes causaram muitos males para a Igreja (até Santo Agostinho foi arrastado pelas atraentes ideias do maniqueísmo). Por causa dessas falsas doutrinas se levantaram os apologistas e polemistas da Igreja. Santo Ireneu foi um deles.

Em sua obra Contra Hereges, Ireneu combate o gnosticismo. E quais eram as ideias gnósticas daquela época? Praticamente a reinterpretação do conceito bíblico de um único Deus criador e de toda a gênese do mundo. Os oráculos combatidos por Ireneu defendiam a reinterpretação dos personagens bíblicos (como  a seita cainita onde Caim é herói e fonte de revelação).

O gnosticismo não trazia apenas um novo conhecimento, mas apresentava-se para corrigir ou explicar aquilo que ainda não foi entendido. Um exemplo mencionado por Ireneu foi o Evangelho de Judas onde Judas e Jesus agiam em mútuo acordo e mostra que Judas tinha uma estrela particular, um destino especial e uma compreensão espiritual superior à dos demais discípulos (em 2006, a National Geographic Society convocou a imprensa para anunciar o restauro e a tradução para o inglês da uma cópia copta do manuscrito original grego do Evangelho de Judas).

A bandeira gnóstica defende de que não há apenas uma verdade e sob suas asas seitas impulsionam a literatura e o cinema a lançar filmes como O Código da Vinci. Mas fica evidente que a ideia ao fundo não é trazer uma nova revelação, mas combater e contestar o cristianismo. A ideia de uma verdade absoluta e a redenção por meio de uma revelação apenas, incomoda. O cristianismo apresentado como  o único Caminho causa revolta naqueles que consideram ter algo superior para oferecer.

Ireneu falou aos gnósticos de sua época com humor cortante:”a teoria deles, que nem os profetas pregaram, nem o Senhor ensinou, nem os apóstolos transmitiram e pela qual se gloriam de ter conhecimentos melhores e mais abundantes do que os outros. Leêm coisas que não foram escritas e, como se costuma dizer, traçando cordas com areia, procuram acrescentar às suas palavras outras dignas de fé como as parábolas do Senhor ou palavras dos apóstolos, para que as suas fantasias não se apresentem sem fundamento” Livro I 8.1

Essas “cordas com areia” porém, eram ousadas e lançavam perigosas sugestões como a de que Demiurgo, o deus mau, aprisionou a alma dos homens no corpo, onde são subjugados pelas paixões da matéria, mas eles desejam voltar ao Pleroma que é o mundo de luz superior. Imagine o dano dessas reinterpretações onde o diabo é o criador do mundo e os homens são suas criaturas?

Os gnósticos diziam que “Demiurgo, a divindade inferior, gerou Cristo, um ser psíquico que passou por Maria como a água passa por um tubo. Sobre ele desceu o Salvador saindo do Pleroma em forma de pomba“.

Assim, as trevas (os demônios) tentam destruir a verdade, apropriando-se dela e adicionando fábulas de modo que os descuidados pensem tratar de um novo mistério. Bem disse o apóstolo Paulo: “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência” (1Tm.4.1-2).

É natural que esse post seja julgado como apenas uma defesa religiosa. Mas, deixamos o apelo para o leitor curioso: avalie que as ideias gnósticas do passado e de hoje são versões alternativas de verdades antigas. Todo aquele que acredita em religiões esotéricas cujas referências são extraídas do judaísimo e cristianismo, deveria estudar esses originais.

E onde encontrar os documentos plagiados pelos gnosticismo? A Bíblia é o livro que traz os manuscritos mais antigos eles tratam da gênese do mundo. Nela, Deus é revelado como um ser moral cuja a criação mostra ordem e propósito. E, diferentemente das fábulas gnósticas que tentam explicar a existência do mal, a Bíblia é o documento original que explica o mal de modo coerente narrando o conflito entre Criador e criatura.

 

NEM PERFEITO, NEM IMPERFEITO

Image result for adão e eva

Escultura Adão e Eva de Ernesto Canto da Maia

Paulo Zifum

Não criado perfeito nem imperfeito, o homem se aperfeiçoa à medida que se desenvolve e cresce. O homem se transforma crescendo em direção a Deus… esta é a ordem, o ritmo, o movimento pelo qual o homem criado e modelado adquire a imagem e a semelhança do Deus incriado: o Pai decide e ordena, o Filho executa e forma, o Espírito nutre e aumenta, o homem paulatinamente progride e se eleva à perfeição; isto é; aproxima-se do Incriado, do Perfeito por não ser criado, e este é Deus. Era necessário que primeiramente o homem fosse criado, depois crescesse, depois de crescido se fortalecesse, depois de fortalecido, se multiplicasse, depois de multiplicado se consolidasse, depois de consolidado fosse glorificado, depois de glorificado visse seu Senhor, pois é Deus que deve ser visto um dia, e a visão de Deus causa a incorruptibilidade e a incorruptibilidade produz o estar junto a Deus” Ireneu de Lion – Contra Hereges p.506-507

Que clareza! O propósito da criação do homem é exposto fazendo eco com toda a doutrina bíblica do AT ao NT! A Igreja do Senhor por todas as eras, segue essa compreensão até hoje. Essa doutrina resiste tanto o gnosticismo como o humanismo que tenta fazer do homem um fim em si.

Mas os sentidos deles se embotaram. Pois até ao dia de hoje, quando fazem a leitura da antiga aliança, o mesmo véu permanece, não lhes sendo revelado que, em Cristo, é removido. Mas até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. Quando, porém, algum deles se converte ao Senhor, o véu lhe é retirado. Ora, o Senhor é o Espírito; e, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito. 2Co.3.14-18

 

IRENEU DE LIÃO

Image result for contra heresia irineu de lyon
Paulo Zifum
É necessário restabelecer a ciência das armas da igreja militante – descuidada em tempos de paz – porque diminuindo os defensores, a tirania vai se enfurecendo tanto mais agudamente quanto é livre em fazê-lo impunemente” Floro de Lyon 860 d.C. (comentário da obra Contra Hereges de Ireneu)

Nascido em Esmirna, na Ásia Menor (Turquia), no ano 130, em uma família cristã, Ireneu era grego e foi influenciado pela pregação de Policarpo, bispo de Esmirna. Anos depois, mudou-se para Gália (atual sul da França), para a cidade de Lyon, onde foi um presbítero em substituição do bispo que havia sido martirizado em 177.

Ireneu também recebeu influência de Justino. Ele foi uma ponte entre a teologia grega e a latina, a qual iniciou com um de seus contemporâneos, Tertuliano. Enquanto Justino era primariamente um apologista, Irineu contribuiu na refutação contra heresias e exposição do Cristianismo Apostólico. Sua obra maior se desenvolveu no campo da literatura polêmica contra o gnosticismo.

Se Ireneu estivesse vivo hoje, o Catolicismo Mariano seria açoitado e o Protestantismo Materialista seria moído. É muito fácil ler o Lião e estudar sua obra contra os gnósticos, difícil seria para os acadêmicos que defendem a deificação de Maria escapar de suas garras, ou para os bispos da Universal correr dele com sacos de dinheiro.

Foto*: A editora Paulus só publicou Ireneu porque seu texto é inofensivo para o Catolicismo Romano que caiu em diversas heresias depois do ano 300. A introdução dessa edição, na página 24 faz um infiel comentário, induzindo o leitor a crer que Irineu fez apologia à Mariologia (mariolatria), o que é lamentável numa introdução tão cabal do livro. Mas, como sabemos historicamente, os desvios católicos centrifugam suas edições. O que não inclui Ireneu.

Veja os desvios do catolicismo no link abaixo:

http://solascriptura-tt.org/Seitas/Romanismo/EvolucaoDesviosCatolicismo-Desconhecido.htm

 

Link da obra Contra Hereges

https://onedrive.live.com/?cid=C66F182E3FF9E7AA&id=C66F182E3FF9E7AA%211037&parId=C66F182E3FF9E7AA%211036&o=OneUp

PASTORES IMPUNES

Resultado de imagem para templo de salomão

Paulo Zifum

A intitulada Igreja Universal do Reino de Deus inaugurou em 2016 o prédio intitulado Templo de Salomão. E o que de fato fez? Celebrou a opulência e a conquista de um homem. Bispo Macedo é um bem-sucedido homem de negócios cujo a fonte de lucro são coisas sagradas. A Universal leva a pregação cristã pelo Brasil (Fp.1.17 -18), porém é hoje um dos meios de transporte mais profanos que temos.

Essa falsa igreja e sinagoga de Satanás, de modo despudorado promete bençãos para os fiéis, que sinceramente se esforçam para serem fiéis com o fim de alcançar as bençãos. Os intitulados pastores pedem dinheiro. E, o que o homem desesperado tem a oferecer? Ele tem dinheiro! E assim, fecham o negócio, num culto com termos que parecem claros.

Nesse altar frio, o homem ímpio busca resultados com sua oferta (investimento), como fez Simão, o feitiçeiro, que se dizia crente (At.8.9-24). Bençãos terrenas obtidas com dinheiro são possíveis, bem como a melhora social e material, porém não há salvação ou redenção de cunho espiritual. Obreiros e investidores apertam as mãos em “oração” em acordo. Nesse caso, não há vitimas. Ninguém está sendo enganado.

Entretanto, vítimas existem. Pessoas sinceras, com carências emocionais e materiais, buscam se aproximar de Deus na IURD. E Deus, que colhe onde não plantou (Mt.24.25), socorre, as almas cujo sofrimento chega ao limite. Na IURD, os obreiros usam a Bíblia, e Deus, em sua bondade opera resgate de seus filhos, que, temporariamente são enganados. Porém, depois de esclarecidos, ao perceberem o mercado onde estão, conseguem escapar das mãos dos falsos obreiros.

Esses lobos, intitulados pastores e bispos, oferencem um cristo cosmético dentro da  sinagoga de Satanás. Desses, a Bíblia alerta que “movidos pela ganância, e com palavras fingidas, farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição já está em processo. 2Pe.2.3. 

O fato da Universal fazer caridade e obras sociais não a isenta de juízo, assim como programas sociais com os pobres não santificará partidos políticos corruptos.

Os pastores da Universal até podem escapar, visto que pouco sabem sobre a máquina. Mas os bispos da Universal não ficarão impunes! O juízo virá sobre a Universal e contra todas as empresas semelhantes a ela.

*Foto: A reportagem no link abaixo mostra o quanto esta empresa luta para que seu negócio não seja prejudicado.

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2018/02/15/justica-proibe-que-templo-de-salomao-seja-chamado-de-sinagoga-de-satanas-no-google.htm

Caso queira conhecer mais, assista o vídeo da inauguração do Templo de Salomão no YouTube (3 horas- coloque no ponto 1.24 até 1.46). Perceberá a ênfase dada a Edir Macedo o colocando no patamar de personagens bíblicos. Verá também discursos onde a Universal se apoia no resultado. É um negócio de sucesso atribuído à gestão que leva o sêlo da IURD, onde se afirma a sofismática crença que, “se está dando certo é porque Deus chancela”.

 

É FÁCIL TE INDUZIR?

Resultado de imagem para demiurgo

Porque ele corre atrás de mulheres nobres, intelectuais e ricas, lança sobre elas elogios e propõe: “Quero que participe de meu dom, porque o Pai de todos vê sempre o seu Anjo diante dele. Mas o lugar da sua grandeza está em nós, por isso devemos formar uma coisa só. Recebe a mim, para que de mim você receba minha graça. Veja! A graça já está em você, então, abre a boca e profetiza! A mulher responde: Eu nunca profetizei! Então ele repete algumas invocações que arrebatam a infeliz seduzida e diz: Abre a boca, fale qualquer coisa e você vai profetizar! E excitada, sentindo ferver na alma a ilusão de começar, com o coração a pulsar mais forte do que de costume, profetiza diversas tolices que lhe vem à cabeça, sem sentido e sem hesitar, induzida por um espírito vazio” Irineu de Lyon -Contra Heresias

Paulo Zifum

Lisonjas é o método indutivo mais antigo. A serpente usou no Éden e talvez, “sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu” (Ap.12.4) da mesma forma. Quem pode escapar das seduções desse mundo?

Se cavucar, o demônio pode achar em nós o desejo secreto de ser belo e forte, de ser irresistível. Negamos de pronto, caso alguém pergunte, mas, no fundo, no subterrâneo, podemos esconder as vaidades e fantasias mais excêntricas. Alguns, depois de se aperceberem induzidos, lamentam muito a corrupção sofrida.

A indução pode ocorrer em forma de desafio, nos pressionando a provar algo. O diabo usou essa estratégia com Jesus: “se és filho de Deus, transforma estas pedras em pães” e “lança-te daqui para mostrar que Deus cuida de você” (Mt.4.1-8). Jesus não aceitou a provocação porque estava resolvido e não sentia necessidade de provar nada. Porém, a maioria acelera e pula.

As almas mais vazias são as mais vaidosas, e a vaidade pode estar em repouso, dando a falsa impressão de piedade. Conta-se que um diácono foi eleito num domingo o servo mais humilde da comunidade, e para agradecer e estimular essa virtude, os irmãos lhe presentearam com um broche de lapela. Para a decepção da comunidade, o nobre diácono passou a usar o enfeite todos os dias. O elogio jamais enreda quem se nega a usá-lo, mas quem é tão cuidadoso a ponto de não se gabar de nada?

Bem nos cai o alerta dado por Jesus: “vigiem e orem, porque o espírito está pronto, mas a carne é fraca” (Mt.26.42)

 

EU QUERO CHORAR!

Resultado de imagem para cinico

Paulo Zifum

Senhor! Eu quero ser um homem bom. Consciente de quem sou. E não apenas cônscio, mas livre de ser cínico. Eu quero chorar, meu Deus! Preciso! Minhas contas são altas e não tenho como pagar.

Senhor! Entre as engrenagens desse homem de ferro, há uma mulher querendo chorar. Eu sou sensível.

Senhor! Não sinto apenas. Eu vejo! Que as coisas não são só coisas e os fatos não são apenas isso. As pessoas não são apenas pessoas. Noto um cenário por trás de tudo e sinto vontade de chorar porque tudo é lindo e feio.

Senhor!

Foto: Diógenes, o Cínico: à procura de um homem honesto.